Máquina de Sorvete 22/07/2022 | 4 min. de leitura

Vender sorvete no inverno: Vale a pena?

O sorvete é uma das sobremesas favoritas dos brasileiros, um dos motivos dessa preferência está relacionado ao clima tropical do país, que pede uma sobremesa refrescante. Porém, um dos desafios de empreender nesse ramo é saber como vender sorvete no inverno, já que as pessoas evitam alimentos gelados nessa temporada.

Por isso, se você já tem uma sorveteria ou pretende abrir uma, e está em com dúvidas sobre como lucrar nos dias mais frios, preparamos um artigo com dicas imperdíveis.

O que vender em uma sorveteria na época do frio?

Confira alguns sabores e produtos que podem ser acrescentados em sua sorveteria no inverno.

Invista em sabores de inverno

Em estações como primavera e verão, as pessoas buscas consumir sorvetes mais refrescantes, à base de água, como picolés e sorbet, com frutas tropicais e cítricas.

Já nos meses mais frios, invista em outros sabores como chocolate, doce de leite e derivados. Além disso, é importante ficar de olho nos sabores que são tendências do momento e replicar em sua sorveteria.

Sabores como chocolate, baunilha e doce de leite são queridos por muitas pessoas e podem ser mantidos em todas as estações, porém, de acordo com a época, pode ser adicionado variedades de sabores, o que deve agradar, principalmente, os clientes que gostam de novidades.


Aposte em acompanhamentos

Você também pode investir em acompanhamentos para incrementar os sorvetes, fazer um cardápio especial de inverno pode ser uma boa opção.

Acompanhamentos que fazem muito sucesso são as frutas, brownie, ganache de chocolate, tortas e petit gateau.

Essa última receita é ideal para o inverno. Essa receita francesa de sorvete que acompanha um pequeno bolo quente, com recheio cremoso é uma sobremesa que com certeza fará sucesso em sua sorveteria.


Crie diferentes caldas quentes

Se deseja manter o sorvete como atrativo principal de sua sorveteria, nos dias mais frios, invista em caldas quentes para acompanhar essa sobremesa, esse contraste de quente e frio é muito interessante e adorada por consumidores sorvete.

Alguns sabores interessantes de caldas são: chocolate de diversas formas, amargo, branco ou mesmo ao leite, caramelo, doce de leite e caldas de frutas, como morango, frutas vermelhas e maracujá.

Por que tomar sorvete no inverno?

É comum escutarmos pessoas comentando que sorvete no inverno não faz bem, porque afeta a garganta ou deixa gripado, pois saiba que essas informações não passam de mitos, sem nenhuma base científica.

Não há nenhum estudo que relaciona bebidas ou alimentos gelados com inflamação na garganta ou imunidade.

O que pode ocorrer é que durante os meses mais frios, as pessoas preferem ficar em ambientes mais fechados, para se protegerem da baixa temperatura, o que facilita a propagação de vírus e bactérias nesses lugares.

Outro fator que mostra que sorvete e garganta inflamada não tem relação, é que muitos médicos costumam indicar tomar sorvete no pós-operatório, para pessoas que operam a garganta.

Além disso, em diversos países na Europa, onde o inverno é muito rigoroso, o consumo de sorvete pode chegar a 14,4 litros por pessoa por ano, o que evidencia que sorvete continua sendo uma ótima opção de sobremesa para dias frios.

Assim, sorvete é uma sobremesa que pode ser consumida o ano inteiro, já que contém vitaminas, minerais e cálcio, além de ser delicioso.

Leia também:

Qual a máquina de sorvete ideal para seu negócio?

Há muitas marcas e variedade de modelos no mercado. Os equipamentos são invariavelmente elétricos e podem funcionar em 110 ou 220 volts. Sem dúvida, um dos custos mais importantes para manter o negócio em funcionamento é o consumo de energia, que fica na média de 140 Wh/kg.

A Elgin conta com modelos de máquinas de sorvete expresso que fazem toda diferença no resultado final. Um sorvete cremoso e delicioso para tomar em todas as estações do ano.

Gelatta Expresso

De design compacto, a Gelatta Expresso conta com painel digital touch screen de fácil operação que possui contador de sorvetes, indicador de tensão elétrica, indicador de falhas. Há também vídeo de manuseio da máquina e com as seguintes funções: produção, limpeza e ajuste da consistência do sorvete.

Sua capacidade é de 150 casquinhas por hora. Como diferencial tem um sistema aerador (bomba de ar), responsável por injeta ar no cilindro enquanto o sorvete é retirado permitindo consistência e cremosidade e amentando o rendimento em até 30%.

Gelatta Soft E1

A Gelatta Soft E1 possui design moderno com acabamento em aço inox, display com indicação de tensão elétrica, contador de sorvetes e indicador de falhas. Também possui sistema de resfriamento exclusivo para conservação de calda nos reservatórios e sistema de refrigeração independente para o cilindro.

Acompanha também bomba de ar, o que aumenta o rendimento em até 30%, batedor de aço inox, e tem uma capacidade produtiva de 250 casquinhas/hora. Conta ainda com uma cuba de 5,8 litros (2 reservatórios, um para cada sabor) e é monofásica com tensão elétrica de 220v.

 Gelatta Soft E2

A Gelatta Soft E2 tem design moderno com acabamento em aço inox, display com indicação de tensão elétrica, contador de sorvetes e indicador de falhas. Conta ainda com sistema de resfriamento exclusivo para conservação de calda nos reservatórios e sistema de refrigeração independente para o cilindro.

Gostou do texto? Confira outros textos no blog!

Mais Vistos

Conecte-se com a Elgin

Cadastre-se e receba novidades e promoções por e-mail.