Iluminação 09/06/2022 | 7 min. de leitura

Lâmpadas de LED para residência: O que você precisa saber?

iluminação na sala de estar

Investir em lâmpadas de LED para residência é mais do que essencial nos dias de hoje. Traz conforto e economia para você e sua família, além de incrementar ainda mais a decoração dos ambientes. Com os modelos LED do mercado sua casa ficará ainda mais valorizada.

A Iluminação é uma das etapas mais importantes na hora de fazer um projeto para sua residência. E não é somente pela decoração em si, o ganho ao usar uma tecnologia como essa também está atrelado à questão da sustentabilidade. Afinal, a tecnologia LED proporciona uma eficiente performance energética.  

Sua utilização pode ser para cada cômodo de sua casa ou até mesmo para utilizá-la no mesmo local, sem influenciar na decoração. Por exemplo, ao colocarmos um painel de LED e uma lâmpada LED em uma sala de estar.  

As lâmpadas consideradas quentes, aquelas mais amareladas, são indicadas para áreas de descanso, como quartos. Para cozinhas, você deve optar por uma luz fria, que emite uma luz branca mais intensa. Sendo necessário ter mais claridade no local. 

Quadros, esculturas e outros objetos decorativos devem receber uma iluminação de destaque. E isso é feito pela lâmpada LED que é a opção mais adequada.

Como fazer um projeto de iluminação?

Conte com a opinião de um profissional especializado para auxiliar você no projeto. É ele que tem condições de analisar o espaço e indicar as lâmpadas de LED para residência, bem como a quantidade necessária de lâmpadas para iluminar cada cômodo da sua casa.

Modelos de lâmpadas LED

A grande diversidade de cores e modelos apresentados no mercado podem gerar um pouco de dúvida na hora de fazer a melhor escolha.

Neste caso, verifique que tipo se adapta melhor às suas necessidades e, principalmente, quanto ao projeto de decoração. Criar efeitos que valorizem tanto a área externa quanto interna de sua residência é o objetivo.

Planejamento para colocar as lâmpadas LED

Mas qual é o melhor momento para fazer um projeto como esse? Após a definição da dimensão dos ambientes e do layout do imóvel. Dessa forma, o profissional realiza um estudo para definir a proporção ideal de luz para cada espaço.

Quais as lâmpadas mais fortes para casa?

As lâmpadas de LED são as melhores opções para residências. Em termos de iluminação, elas oferecem 10 vezes mais eficiência do que as Lâmpada incandescentes e halógenas, e até 2,5 vezes mais do que as fluorescentes.

A lâmpada LED traz ainda outras vantagens, como: pode chegar a 25.000 horas de vida útil, alta durabilidade, podendo chegar a mais de 17 anos de uso, se considerada uma utilização de 8 horas por dia, durabilidade e baixo custo de manutenção e ser sustentável.

As lâmpadas incandescentes e fluorescentes contam com um reator em sua composição. o que não acontece com as lâmpadas LED. Dessa forma, a energia consumida é transformada em luz, fazendo com que não ocorra geração de calor.

Leia também:

Iluminação direta e indireta

A iluminação pode ser direta ou indireta. Spots, pendentes, luminárias de mesa e abajures se aplicam à iluminação direta. Ressalta-se que a lâmpada de LED não esquenta e não altera a cor do objeto destacado. Mas para locais onde emitem reflexos não se deve utilizar esse tipo de lâmpada.

Já a iluminação indireta é ideal para criar ambientes aconchegantes. Faça uso desse tipo de iluminação que é utilizada em rebaixamento de gesso e forros de teto. 

Recomenda-se uma iluminação indireta na sala de estar para que não interfira, por exemplo, em uma imagem passada por uma televisão. Para não influenciar nas cores reproduzidas pelo televisor, são utilizadas lâmpadas LED dicroica, já que elas possuem um facho de luz mais focado.

Como escolher lâmpadas de LED para residência?

O primeiro passo é definir que tipo de lâmpada é a mais ideal para o cômodo da casa. Seja no quarto, sala, cozinha ou ambiente externo como sacada. 

Potência da lâmpada LED é um fator importante

A potência é um dos fatores que vale analisar no momento da escolha. Deve-se optar por uma lâmpada que emite uma maior quantidade de lúmens.

De acordo com o INMETRO é obrigatório que fabricantes coloquem nas embalagens a informação de potência (watts) e os lúmens (lm) de cada lâmpada. Saiba que quanto menor o consumo de watts para a produção de uma determinada quantidade lúmens, mais eficiente é a lâmpada. 

Confira se a voltagem da lâmpada é compatível com a do ambiente em que será feita a instalação. Para não ter qualquer tipo de problema, vale optar por uma lâmpada bivolt que pode ser instalada em ambas voltagens, 110V ou 220V. 

Dê atenção para a temperatura de cor da lâmpada LED

A lâmpada mais amarelada ou quente é ideal para lhe trazer um ambiente de tranquilidade. Já a luz branca ou fria é indicada para leitura e ambientes de trabalho.

Luz quente ou fria? Nos referimos dessa forma não pelo calor físico da lâmpada e, sim, pela tonalidade de cor que ela fornece ao ambiente. A temperatura de cor não possui nenhuma influência no consumo da lâmpada. 

Lâmpadas de LED são eficientes para residência independente do modelo 

As lâmpadas que geram mais lúmens consomem uma quantidade maior de energia. Busque se orientar sempre pelo fluxo luminoso e não somente pelo consumo que sempre será baixo nas lâmpadas LED.

Então, na hora de adquirir uma lâmpada de LED para residência, verifique qual a potência informada e preste atenção quanto ao fluxo luminoso indicado no verso da embalagem. O procedimento é válido e extremamente importante. 

Outro ponto importante a se destacar, é realizar o cálculo das lâmpadas de um ambiente. Cada espaço possui características individuais e depende da quantidade de luz adequada. 

Os ambientes devem ser iluminados conforme seu tamanho e necessidade. Por exemplo, uma sala de TV necessita de quantidade luminosa menor do que uma cozinha.

Mas como o profissional da área faz os cálculos? Ele leva em consideração fatores, como: níveis adequados de iluminação estabelecidos pela norma NBR 5413, medidas do pé direito, cores do piso, cores das paredes, altura e formato das luminárias e tipo de ambiente.

Lembre-se que somente um profissional pode especificar os valores de um projeto como esse, já que ele possui técnica e expertise necessária para o trabalho.

Saber a quantidade exata de lâmpadas a ser utilizada nos ambientes é essencial para compor o projeto de iluminação. E nesse ponto o trabalho de um profissional tem grande valor. Vale muito a pena ter uma avaliação técnica.

Além dos fatos mencionados acima, a lâmpada LED é companheira do meio ambiente. Enquanto as lâmpadas incandescentes e fluorescentes precisam de um descarte especial, uma vez que contam com metais pesados como chumbo e mercúrio, a LED não utiliza mercúrio ou qualquer outro elemento que cause malefícios ao meio ambiente. 

Qual é a melhor lâmpada de LED para residência?

As lâmpadas LED apresentam uma vida útil que chega a durar até 50 vezes mais e é 80% mais econômica que uma incandescente. A Elgin oferece um portfólio completo de iluminação com produtos de baixo consumo energético e praticidade na hora da instalação.

Saiba mais sobre os modelos que podem integrar perfeitamente cada cômodo da sua residência:

LED SUPER BULBO

Disponível nas potências: T160 – 65W / T150 – 80W / T160 – 100W / T170 – 150W, a LED SUPER BULBO tem alta potência e traz uma economia em até 85% de energia.

FILAMENTO LED G200

Bivolt, a Filamento LED G200 que possui alta durabilidade é ideal para dar um toque refinado na decoração de sua casa. Oferece também uma economia de até 50% de energia e tem potência 4W.

LÂMPADA PAR

A lâmpada PAR possui vida útil de 25.000h, índice de proteção IP20 e é bivolt. Mais econômicas e com durabilidade até 4x maior do que as lâmpadas fluorescentes, 12x maior que as lâmpadas halógenas e 33x maior que as lâmpadas incandescentes. 

Gostou? Confira outros textos no blog! 

Mais Vistos

Conecte-se com a Elgin

Cadastre-se e receba novidades e promoções por e-mail.