Tempo seco: o que é, consequências e dicas para amenizar

Caio Alves - 08/05/2020

Vantagens do ar-condicionado Inverter: conheça os benefícios

Caio Alves - 08/05/2020

Temperatura de cor: saiba tudo sobre e aprenda como aplicar

Caio Alves - 08/05/2020
tempo seco
imagem de um ar-condicionado
temperatura-de-cor

Você deve estar se perguntando sobre por que aprender sobre temperatura de cor. Saiba que conhecer os detalhes pode mudar, e para melhor, o ambiente da sua casa. 

Além disso, é as cores, as luzes e a decoração afetam diretamente o nosso humor e até a nossa saúde. 

Luz quente, luz fria. Qual tipo de luz utilizar em cada cômodo. Essas são alguns dos assuntos que envolvem a temperatura de cor.

Aprender sobre a temperatura de cor na hora de montar um projeto de iluminação pode ser uma ótima oportunidade construir um ambiente confortável para você para a sua família. 

Se você quer entender melhor sobre a importância da temperatura de cor e como aplicar isso na prática. Continue lendo! 

O que é a temperatura de cor?

Quando falamos de temperatura de cor estamos falando de luz quente e luz fria. Mais do que isso, não é sobre o calor físico e sim sobre a tonalidade de cor. 

Resumindo: a temperatura de cor refere-se à aparência de cor de luz que é expressa em unidade de temperatura (Kelvin). Quanto mais quente é uma luz, mais baixa é a sua cor e quanto mais fria, mais alta. 

Mas por que se preocupar com a temperatura de cor?

Por que a hora de escolher uma iluminação adequada para cada ambiente, precisamos escolher uma lâmpada que tenha a temperatura de cor recomendada. 

Qual a diferença de luz fria e quente?

A principal diferença entre a luz quente e a luz fria, está na tonalidade de cor de cada uma. 

Podemos entender a luz quente, por exemplo, como uma cor mais amarelada e aconchegante. Geralmente esse tipo de luz, é encontrado em sala de estar ou quarto. 

No caso da luz fria, ela possui cor azulada e branca, sendo muito utilizada em cozinhas ou . Esse tipo de luz desperta mais a atenção. 

É importante ressaltar que a temperatura de cor não interfere na eficiência energética das lâmpadas. 

Temperatura de cor de uma lâmpada

Temperatura de cor de uma lâmpada

Quais as temperaturas de cor das lâmpadas LED? 

As lâmpadas de LED possuem diversas opções de modelos que podem variar de acordo com a temperatura de cor.

Temperatura de cor branco quente: até 4.000 Kelvin

A iluminação quente é aquela que vemos em lâmpadas incandescentes, de filamento de LED e filamento de carbono. Ela possui uma cor mais amarelada. 

Esse tipo de iluminação costuma ser usado em quartos, salas de estar e de jantar. A temperatura ideal para esse tipo de iluminação é de até 3500K.

Temperatura de cor branco neutro: entre 4.000 e 5.000 Kelvin

Existe também um meio termo, que não é considerada nem quente e nem fria, é chamada de neutra. A cor neutra também é conhecida como luz do meio dia, pois ela possui uma aparência muito similar a luz do sol. 

Uma temperatura mais neutra, chamada de branco neutro, fica entre 4000K e 4500K. 

Temperatura de cor branco frio: acima de 5.000 Kelvin

A iluminação fria é encontrada em lâmpadas fluorescentes, possuem uma cor mais azulada e são bem mais claras. 

Ideias para ambientes que necessitam de concentração e foco. A temperatura de cor desse tipo de iluminação é acima de 5000K. 

Como escolher a melhor temperatura de cor para cada ambiente?

Luz quente para salas de estar, jantar e dormitórios

A sala de estar e jantar são espaços muito importantes. Normalmente o primeiro é o espaço mais usado da casa, enquanto no segundo é onde se realiza as refeições.

Ambos podem ser considerados ambientes essenciais para uma família, já que é nesses lugares em todos se reúnem para conversar, receber os amigos, passar o tempo e se alimentar. 

Em um ambiente tão versátil quanto a sala de estar, é preciso ter cuidado e investir em uma iluminação mais aconchegante, com luzes de cor quente, amarelas. 

O quarto é um ambiente particular, que é exclusivo para momentos de descanso e intimidade. Por isso é importante saber como iluminar o quarto de casal para criar uma luz mais acolhedora. 

Uma luz com cor mais quente também pode ajudar no relaxamento. 

Lâmpadas led de luz quente

tipos-filamento-de-carbono-min

Algumas boas opções de lâmpadas de LED com luz quente são: 

  • lâmpadas dimerizadas, que podem ter a intensidade do seu brilho regulado; 
  • lâmpadas de LED com 2700 Kelvins;
  • lâmpadas de filamento de LED, que podem trazer um toque mais vintage para o ambiente.

Luz fria para áreas de serviço, cozinha e escritório

Ter uma boa iluminação na cozinha é indispensável, principalmente na área em que os alimentos são preparados. Nesse ambiente lidamos com fogo, faca e outros itens perigosos, por isso a importância de ter um cômodo claro e funcional. 

Para esse ambiente o ideal são lâmpadas com uma temperatura de cor fria, pois proporcionam mais claridade e brilho ao ambiente.

Para quem tem um home office ou uma área de estudo, é necessário ter um ambiente que ajude a ter foco e ser produtivo. 

O uso de luzes frias, de cores brancas, pode ajudar o ambiente.

Lâmpadas led de luz fria

Representação de uma lâmpada LED

Lâmpada LED

Nesses ambientes, o uso de lâmpadas de LED tubulares pode ser uma ótima ideia. Essas lâmpadas são muito versáteis e úteis em vários ambientes.

Mas é importante saber como instalar lâmpadas LED tubulares.

Outras dicas de iluminação com lâmpadas LED

Por que é tão importante se preocupar com a temperatura de cor das lâmpadas?  

Uma iluminação adequada é muito necessária para a nossa saúde, isso porque uma má iluminação pode ser prejudicial para o nosso corpo e causar muito alguns problemas, como:

1 – Problemas de pele

Você já ouviu alguém dizendo que devemos passar protetor solar até para ficar dentro de casa ou escritório? Essa situação se aplica em alguns casos. 

Alguns tipos de luzes presentes no ambiente interno também emite raio UVA e UVB, bem como o calor. A lâmpada fluorescente é a maior emissora de raios, já que ela simula a luz do sol. 

Como resultado de contato excessivo com esse tipo de iluminação surgem manchas na pele, envelhecimento precoce e até mesmo câncer de pele. 

2 – Cansaço visual

Dependendo do tipo de iluminação usada no ambiente, acabamos forçando as vistas, o que pode causar fadiga visual. Podendo causar dor, coceira, dor de cabeça e outros sintomas.

O motivo disso é porque a luz pode estar em quantidade excessiva ou insuficiente, o que gera uma sobrecarga nos olhos. 

3 – Irritação nos olhos

Esse é um dos problemas mais recorrentes causados pela iluminação inadequada. Engana-se quem pensa que só a luz dos monitores e smartphones que irritam os olhos, a iluminação do ambiente também pode ser uma grande vilã. 

Quando o ambiente possui uma luz intensa, podem aparecer sintomas de ardor, vermelhidão, dores e incômodo. 

Além desses fatores, a iluminação pode trazer muito desconforto para a nossa mente, gerando muito mais cansaço e levando ao aproveitamento incorreto do ambiente. 

Por exemplo, colocar uma lâmpada LED com temperatura de cor acima de 5.000 Kelvins em um quarto, pode não ser nada bom. Isso porque um quarto é feito para descansar, e uma iluminação fria vai gerar outro tipo de sentimento da pessoa, deixando muito mais atenta. 

Por isso uma iluminação adequada é tão importante! 

Seguindo essas dicas, você terá ambientes bem iluminados, aconchegantes, saudáveis e funcionais.

equivalencia de lampada led

Lâmpada LED é mais do que eficiente

Conclusão: a temperatura de cor é essencial para uma boa iluminação 

Ter uma iluminação adequada para cada ambiente é essencial para criar conforto e saúde.  

A má iluminação pode causar problemas de saúde, como cansaço visual, envelhecimento da pele e irritação dos olhos.

Além disso, a iluminação deve ser muito mais do que apenas estética, deve ser funcional. 

A temperatura de cor deve ser um fator importante na decisão de qual iluminação usar.

Uma lâmpada com a cor fria não é a melhor opção para ter no quarto, por exemplo. Esses pequenos detalhes podem ser resolvidos a partir do momento que passamos a entender o objetivo de cada ambiente e a característica de cada tipo de luz. 

 Lembre-se das temperaturas de cor: 

  • 2.700K (Kelvin) – Luz indicada para ambientes domésticos, equivale ao branco quente ou luz amarelada.
  • 4.200K (Kelvin) – Luz indicada para ambientes profissionais, equivale ao branco neutro
  • 5.600K (Kelvin) – Luz indicada para ambientes industriais, cozinhas.

Conhecer esses detalhes pode criar um grande diferencial na sua casa, além de propiciar um ambiente muito mais confortável. 

Gostou do texto? Confira outros conteúdos em nosso blog e fique por dentro de mais assuntos!