Como fazer projetos de iluminação com painéis LED?

Guilherme Neves - 23/01/2020

Confira o manual do ar-condicionado quente e frio

Guilherme Neves - 23/01/2020

Saiba tudo sobre manutenção de ar-condicionado

Guilherme Neves - 23/01/2020
iluminação led

Com a chegada do verão, o uso do ar-condicionado é iminente. Sua utilização é algo que faz parte do dia a dia de escritórios, clínicas, hospitais e lares. Nesse cenário há uma importante questão que devemos nos preocupar: como podemos nos precaver quanto à manutenção do ar-condicionado?

O investimento é mais do que essencial, isso é claro. Mas não basta simplesmente colocá-lo em funcionamento, é preciso tomar cuidados tanto na instalação e, principalmente, quando ele já está funcionando a todo vapor.

Quer reduzir na conta de luz? Coloque seu ar-condicionado na temperatura certa e faça bom uso dele. O condicionador de ar operando de forma eficiente traz menos reparos e tampouco sobrecarga no seu funcionamento, o que é crucial para que não ocorra um imprevisto, até mesmo uma troca do aparelho.

Funcionando de forma correta, o ar-condicionado mantém o ambiente dentro do clima ideal. Aquele clima fresco que traz bem estar, tanto em um ambiente corporativo quanto em residências.

Um condicionador de ar sem a devida higienização atrai sujeiras, mofo e bactérias, o que pode ocasionar em problemas respiratórios e alérgicos. Além do que, aparelhos que não passam por manutenções periódicas podem ter um esforço considerável para produzir a mesma quantidade de ar resfriado do que um ar-condicionado que recebe tratamento adequado.

Manutenção de ar-condicionado: quando é preciso fazer?

A manutenção deve ser realizada mediante ao consumo do ar-condicionado. Ou seja, quanto mais utilizado, maior a necessidade de fazer uma manutenção. Em ambientes corporativos, onde o uso é intenso, é recomendável a limpeza semanal dos filtros.

Agora você já sabe qual é a importância de fazer uma manutenção no seu ar-condicionado. Mas você sabia que ela pode ser feita em formas diferentes?

Manutenção preventiva de ar-condicionado

A manutenção preventiva é uma maneira eficaz de baixar custos e garantir o bom funcionamento do seu aparelho. Dessa forma, pode-se evitar reparos e correções não programadas.

Manutenção corretiva de ar-condicionado

Já a manutenção corretiva é realizada quando o ar-condicionado apresenta um problema mais técnico. Desde problemas simples até os mais complexos. Quer dizer, reparos em uma ou outra peça ou até mesmo em todo o sistema.

São manutenções que podem acontecer devido ao mal funcionamento do ar-condicionado, visando a identificação do problema e o conserto imediato desse sistema.

Ar-condicionado da Elgin

Como fazer a manutenção de ar-condicionado da Elgin?

Por que é importante fazer a manutenção de ar-condicionado?

Indústrias, shoppings, hospitais, lojas e laboratórios necessitam que o sistema de ar-condicionado esteja pleno. Um aparelho que se mostre completo e atuante, mostrando bons resultados.

É imprescindível que o aparelho esteja funcionando corretamente. Não somente para  extrair tudo o que há de melhor nele, como também, trazer uma melhor qualidade de saúde aos trabalhadores. E os ambientes desses locais precisam ter o trabalho eficiente de refrigeração por algumas horas do dia.

Locais como estes não podem ficar sem o funcionamento correto do ar-condicionado, não é mesmo? Por este motivo, as manutenções são necessárias e tem que ser realizadas o mais rápido possível, para que o aparelho volte a funcionar de forma segura e eficaz.

Como já falado anteriormente, a questão da energia é um dos principais pontos a serem  analisados na hora de fazer a manutenção. A falta de cuidados com o ar-condicionado pode resultar em gastos energéticos consideráveis.

Riscos à saúde

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), grande parte da população urbana em todo o mundo é alérgica. Portanto, quando você utilizar o ar-condicionado, coloque-o na temperatura certa. A temperatura deve ser de acordo com o tamanho da sala, o que garante alívio e conforto.

Para manter eficiente a capacidade de funcionamento do ar-condicionado faça a limpeza constante dos gabinetes e grelhas. Isso é muito importante para que não haja redução do fluxo de ar. São duas peças que acumulam muita poeira e podem causar problemas para a sua saúde.

Quando passamos de um ambiente climatizado e refrigerado para um cenário quente, nosso corpo recebe um choque térmico, aquela mudança repentina de temperatura. Uma alteração que pode resultar em sintomas como: alterações pulmonares, arritmias cardíacas, paralisia facial e, em alguns casos, até mesmo parada cardíaca.

Sabe-se que a exposição ao ar seco do ar-condicionado, trabalhando em salas fechadas, pode provocar em ressecamento das vias respiratórias. Ainda podem surgir outros problemas, tais como: tosse, garganta seca e sensível, irritação nos olhos e nariz.

Caso esteja ou já passou por uma situação como essa, fique sabendo que é quase que obrigatório beber muito líquido.

Outros cuidados que devemos tomar: antes de sair de um ambiente com salas fechadas, desligue o ar-condicionado por alguns minutos para que a temperatura seja normalizada aos poucos. Sua saúde agradece!

Vida útil do ar-condicionado

Sua vida útil vai muito de encontro com a sua manutenção. Caso ela seja feita da maneira correta e no tempo necessário, ela será maior do que, por exemplo, a de um ar-condicionado que não passa por reparos ou análise técnica.

É mais do que fundamental a manutenção. Um ar-condicionado que recebe uma atenção maior por parte do consumidor pode ter um prazo de vida de cerca de dez anos.

Nesse cenário vale considerar as condições financeiras de cada consumidor. Mas não faz sentido ter um aparelho desse porte e não tê-lo atuando de forma correta e plena.

Consumo de energia do ar-condicionado

Sem dúvida, o ar-condicionado é um aparelho que consome bastante energia. Mas caso ele passe por manutenções periódicas, o esforço será menor para produzir o ar frio, tornando-se mais eficiente. E também não se esqueça que no mercado você pode encontrar o modelo inverter que pode lhe trazer uma redução energética considerável.

Fazer o correto dimensionamento da quantidade de BTUs é algo primordial. Um aparelho de menor capacidade pode até consumir menos energia, porém é importante considerar alguns casos. Caso você coloque um ar-condicionado em um espaço menor do que o recomendado, ela pode acabar consumindo uma energia muito maior do que deveria.

Na busca por menos energia, invista em aparelhos de classificação A e modelos inverter. Assim você garante mais economia, uma vez que ao invés de ligar e desligar como acontece nos modelos convencionais, o ar-condicionado fica ligado direto em ciclos mais baixos, o que evita um funcionamento oscilante.

Climatização correta do ambiente

Para que os sistemas de ar-condicionado com aquecimento, ventilação e desumidificação consigam manter uma temperatura agradável, é fundamental que ocorra um projeto de climatização, desde que seja realizado corretamente.

A climatização correta passa muito por saber como utilizar o ar-condicionado. A tão falada e debatida temperatura acionada no controle remoto. Você já deve ter escutado em seu trabalho ou em sua casa, questionamentos como “Você poderia abaixar a temperatura”? ou “Está muito gelado aqui”.

Para que não ocorra eventuais debates, simplesmente coloque o ar-condicionado na temperatura de 23°C. Aquela que segue as normas da Organização Mundial da Saúde.

Leia também:

Ar-condicionado não gela? Conheça suas principais causas

Ar-condicionado portátil é a melhor opção?

Ar-condicionado para empresa: saiba como escolher

Como verificar se o ar-condicionado está ligado corretamente?

O aparelho deve estar corretamente conectado à rede principal. Chaves abertas, fusíveis, termostato e chave interruptora devem estar regulados e na posição correta. São dispositivos manuais e automáticos responsáveis pelo seu funcionamento.

Como fazer a manutenção de ar-condicionado?

Embora a manutenção possa precisar de um auxílio profissional, saiba que algumas manutenções podem ser feitas por você. No entanto, somente em situações que não requerem um tratamento tão técnico.

Por exemplo, para limpar gabinetes e grelhas – o acúmulo de poeiras torna o ar-condicionado com uma capacidade de funcionamento reduzida – faça uso de um pano ou flanela macia. Mas não utilize álcool ou solvente, já que pode danificar o seu aparelho.

Verifique também as conexões, flanges e outras fixações. Elas precisam estar bem ajustadas, uma vez que é por meio delas que ocorre a troca de temperaturas e o escoamento da água. O procedimento faz com que não surja vazamentos, ruídos ou vibrações.

A limpeza dos filtros pode ser feita com um pano ou água morna ao retirar o painel frontal do ar-condicionado. Depois de lavado, o filtro deve secar naturalmente. Após esse processo, basta recolocá-lo no aparelho e fechar o painel.

Ar-condicionado inverter da Elgin.

Ambiente climatizado e bem-estar para o casal

Vale a pena contratar um profissional para manutenção de ar-condicionado?

É possível fazer alguns reparos em seu ar-condicionado e análises criteriosas. Mas para extrair todo seu potencial de refrigeração é de suma importância que a instalação seja executada por um profissional.

Embora alguns consumidores não fazem uso do profissional para não terem gastos ao instalar o ar-condicionado, deve-se contratar uma empresa especializada para que se evite problemas.

Confira alguns fatores que demonstram a necessidade de investir nos serviços de um profissional.

Há complicações decorrentes de uma instalação incorreta que precisam ser analisadas. São as seguintes: curto circuito, podendo danificar o ar-condicionado, incêndios, menor tempo de vida útil, elevado consumo de energia elétrica, mal funcionamento do produto e temperatura desajustada.

Serviço profissional

Requisitar um profissional para fazer a instalação e manutenção preventiva, além de recorrer às assistências técnicas credenciadas quando for detectado qualquer tipo de problema, são medidas que devem ser adotadas.

Um profissional experiente também deve ser acionado quando for necessário trocar o fluido. Saiba que fluidos de qualidade duvidosa podem danificar seu aparelho. Ele é considerado “apenas” o combustível do seu ar-condicionado. Então, é mais do que necessário ter cuidado na hora de substituir esse item que é extremamente importante para o funcionamento.

Há outros itens que requerem mais atenção. Por exemplo, a serpentina que é a responsável pelo processo de climatização. Para fazer a análise dessa peça acione um profissional qualificado e credenciado.

A falta de higienização somada à umidade do interior do aparelho pode ser um grande ímã para atrair a formação de fungos, bactérias, mofos e entre outros contaminantes.

Preocupação com o ar-condicionado?

Para que você não tenha problemas quanto a manutenção de ar-condicionado contate um atendimento personalizado. Dessa forma, a equipe técnica consegue verificar e entender quais são as suas necessidades para, assim, oferecer as soluções e orientações mais adequadas para o bom uso do aparelho.

Em janeiro de 2018 passou a ser obrigação para empreendimentos que possuem sistemas a partir de 60.000 BTUs a contratação do PMOC – Plano de Manutenção Operação e Controle de um sistema de climatização. Trata-se de uma medida necessária para garantir a boa qualidade do ar no ambiente.

Ar-condicionado e manutenção de ar-condicionado.

Profissional credenciado faz a manutenção de ar-condicionado

Como posso fazer a manutenção do meu ar-condicionado Elgin?

A manutenção de seu ar-condicionado deve estar condicionada aos serviços prestados pela Elgin, empresa que está entre as principais do mercado no segmento.

Na busca pelo ar-condicionado, procure se informar sobre o que a empresa pode lhe oferecer quanto à manutenção e outros atendimentos.

Assistência técnica da Elgin

Quando a assistência técnica deve ser solicitada? Mal cheiro, queda acentuada de gotas de água e filtro escuro são sinais sintomáticos para que se procure um auxílio técnico.

Também caso a conta de luz venha mais alta do que o normal, é outro indicativo que o seu condicionador de ar não esteja funcionando corretamente.

Com o trabalho de uma assistência técnica, o consumidor consegue economizar energia e se prevenir contra a proliferação de bactérias que podem acarretar em doenças respiratórias.

Se o seu ar-condicionado ainda estiver na garantia e caso tenha sido instalado por um técnico autorizado da marca, acione a central da assistência técnica do fabricante. Saiba que a Elgin oferece três anos de garantia e um atendimento especializado.

E se a instalação do seu aparelho foi feita por um profissional autônomo, você deve contatar o próprio profissional que instalou ou faça melhor: procure por outros profissionais que realmente são especialistas em climatização.

Conclusão: A manutenção de ar-condicionado é a prevenção necessária

Sempre, a segurança deve vir em primeiro lugar. Respeite todas as etiquetas de aviso do fabricante. O ideal é procurar uma assistência técnica credenciada para diagnosticar o problema e realizar a manutenção necessária que deve ser feita pelo menos uma vez por ano em residências e até duas vezes em escritórios.

A manutenção profissional precisa ser realizada uma vez por ano. Quando trabalhada por um técnico autorizado, a limpeza do ar-condicionado pode passar por um processo mais complexo: o profissional desmonta o aparelho para ser higienizado por completo, a fim de ter uma maior durabilidade.  Realizar a manutenção é sinônimo de aumento da vida útil do ar-condicionado.

A troca dos filtros de ar é uma das questões mais importantes quando se fala em manutenção de ar-condicionado. O aparelho deve estar funcionando de forma correta e eficiente, mas sem espalhar para o ar elementos contaminantes prejudiciais à saúde. Faça a limpeza e evite acúmulo de sujeiras.

O filtro deve ser limpo a cada 30 dias pelo menos. Quando estão sujos, não deixam que o ar circule livremente, o que impacta no funcionamento do aparelho de maneira negativa. Nesse cenário, o esforço maior da sua mecânica pode aumentar o consumo de energia.

Outra questão se refere à saúde. Toda a poeira acumulada nos filtros é repassada para aqueles que respiram o ar do ambiente refrigerado.

Como cada modelo de ar-condicionado apresenta especificidades diferentes,  recomenda-se verificar no manual do aparelho a frequência correta de manutenção.

O mercado oferece diversos tipos de ar-condicionado que valem a pena conhecer. Confira os modelos da Elgin que vão lhe atender nesse verão e acesse nosso site  para conferir outros produtos que possa te atender no dia a dia.

Inverter Trend

inverter_top_aleta aberta_1000px

Disponível nas capacidades de 9.000 a 24.000Btu/h, o modelo vem com versões Frio e Quente/Frio, utiliza gás ecológico R-410A, possui tecnologia inverter com economia de energia de até 40%, tem classificação de energia “A” no INMETRO e Selo Procel.

Eco Inverter

ar split eco converter 2

Com design clean, o modelo está disponível nas versões Frio e Quente/Frio. Conta com display de temperatura invisível – só aparece ao ligar e é possível desligá-lo apertando a tecla “Screen”.Filtro Ion Air. Elimina 99% de vírus, bactérias e ácaros do ambiente. Mantém a temperatura desejada e economiza até 40% de energia

Cassete Inverter

Cassete Inverter Pos 1

A linha Cassete Inverter trabalha com gás ecológico R-410A e possui um design elegante capaz de refrigerar diversos ambientes de médio a grande porte. Também tem capacidades de 36.000, 48.000 e 60.000BTU/h, na versão frio.

Multisplit Total Inverter

multisplit_total_inverter

O modelo permite ligar até cinco unidades internas, proporcionando muita flexibilidade e economia de espaço, possui painel com visor invisível e conta com tecnologia inverter e conta com evaporadoras de 7.000/9.000/12.000 e 18.000BTU/h.

Gostou? Confira outros conteúdos no blog!