Climatização 16/11/2021 | 6 min. de leitura

Qual o preço de um ar condicionado?

Com o verão se aproximando, as pesquisas sobre qual o preço de um ar condicionado aumentam consideravelmente, nessa época ter um aparelho para refrescar o ambiente é essencial.

Se você está considerando comprar um ar-condicionado e está pesquisando os melhores preços e opções, confira neste post algumas dicas que vão te ajudar a decidir o aparelho ideal.

Qual é o modelo de ar condicionado mais barato?

O modelo que pode ser considerado o mais barato entre os ares condicionados é o tipo janela. Esse modelo tem o melhor custo pois todos os componentes (evaporador, condensador e compressor) estão no mesmo aparelho, diminuindo então o valor de fabricação. O ar condicionado de janela pode ser encontrado no mercado por menos de R$ 1.000,00.

Outra opção com preço acessível é o modelo que possui somente a função frio, com potência de 7.500 a 9.000 BTUS, com menor capacidade de Refrigeração.

Quanto custa o ar condicionado mais barato?

Os preços dos ares-condicionados podem variar bastante, os valores têm relação com a função, tecnologia e marca, como já falamos acima, o modelo de janela é o mais acessível, por conta do seu formato, que tem todos os dispositivos necessários para seu funcionamento em um único compartimento. Além de ser um produto praticamente de fácil instalação.

Já no caso do Splits temos vários tipos como Hi Wall, Piso Teto, K7, os modelos mais baratos da linha de splits Hi wall por exemplo, começam por R$ 1.000,00 e podem passar de R$ 3.000,00 se tiveram alta potência (BTU) e sistema quente/frio. Dependendo de outros modelos como por exemplo K7 Inverter pode até chegar a R$14.000,00. Outros fatores como marca e tecnologia podem influenciar o preço.

Quanto custa a manutenção de um ar condicionado?

Para ter um ar-condicionado econômico é importante fazer a manutenção. A manutenção deve ser realizada mediante ao consumo do ar-condicionado. 

Quanto mais utilizado, maior a necessidade de fazer uma manutenção. A limpeza do ar-condicionado é fundamental para garantir o correto funcionamento de seu aparelho, além de preservar a saúde das pessoas que utilizá-lo.

O valor que é cobrado para esse serviço começa a partir de R$ 200,00. Os filtros devem ser lavados a cada 2 semanas ou 15 dias e trocados uma vez por ano. Um técnico especializado deve ser acionado para o serviço. 

Já o preço médio para se fazer a manutenção preventiva de um ar-condicionado split, segundo alguns levantamentos com as assistências técnicas, está em torno de R$ 300,00. No caso de um aparelho janela, está em torno de R$ 170,00. Porém, estes valores podem variar de acordo a modelo, capacidade BTU/h, local de instalação (difícil ou fácil acesso) etc.

Se for necessária uma manutenção corretiva, o valor cobrado irá variar de acordo com a característica do aparelho, se tiver algum defeito, em que necessita comprar alguma peça específica esse preço irá aumentar. O valor para esse serviço geralmente começa a partir de R$ 400,00.

Por que é importante fazer a manutenção de ar condicionado?

Indústrias, shoppings, hospitais, lojas e laboratórios necessitam que o sistema de ar-condicionado esteja pleno. Um aparelho que se mostre completo e atuante, mostrando bons resultados.

É imprescindível que o aparelho esteja funcionando corretamente. Não somente para extrair tudo o que há de melhor nele, como também, trazer uma melhor qualidade de saúde aos trabalhadores. E os ambientes desses locais precisam ter o trabalho eficiente de refrigeração por algumas horas do dia.

Locais como estes não podem ficar sem o funcionamento correto do ar-condicionado, não é mesmo? Por este motivo, as manutenções são necessárias e tem que ser realizadas o mais rápido possível, para que o aparelho volte a funcionar de forma segura e eficaz.

Riscos à saúde

Para manter eficiente a capacidade de funcionamento do ar-condicionado faça a limpeza constante dos gabinetes e grelhas. Isso é muito importante para que não haja redução do fluxo de ar. São duas peças que acumulam muita poeira e podem causar problemas para a sua saúde.

Quando passamos de um ambiente climatizado e refrigerado para um cenário quente, nosso corpo recebe um choque térmico, aquela mudança repentina de temperatura. Uma alteração que pode resultar em sintomas como: alterações pulmonares, arritmias cardíacas, paralisia facial e, em alguns casos, até mesmo parada cardíaca.

Sabe-se que a exposição ao ar seco do ar-condicionado, trabalhando em salas fechadas, pode provocar em ressecamento das vias respiratórias. Ainda podem surgir outros problemas, tais como: tosse, garganta seca e sensível, irritação nos olhos e nariz. Em situações como estas é recomendadas uso de Umidificadores ou climatizadores para adição de umidade no ambiente.

Vida útil do ar-condicionado

Sua vida útil vai muito de encontro com a sua manutenção. Caso ela seja feita da maneira correta e no tempo necessário, ela será maior do que, por exemplo, a de um ar-condicionado que não passa por reparos ou análise técnica.

É mais do que fundamental a manutenção. Um ar-condicionado que recebe uma atenção maior por parte do consumidor pode ter um prazo de vida de cerca de dez anos.

Nesse cenário, vale considerar as condições financeiras de cada consumidor. Mas não faz sentido ter um aparelho desse porte e não tê-lo atuando de forma correta e plena.

Consumo de energia do ar condicionado

Sem dúvida, o ar-condicionado é um aparelho que consome bastante energia. Mas caso ele passe por manutenções periódicas, o esforço será menor para produzir o ar frio, tornando-se mais eficiente. E também não se esqueça que no mercado você pode encontrar o modelo inverter que pode lhe trazer uma redução energética considerável.

Fazer o correto dimensionamento da quantidade de BTUs é algo primordial. Um aparelho de menor capacidade pode até consumir menos energia, porém é importante considerar alguns casos. Caso você coloque um ar-condicionado em um espaço menor do que o recomendado, ela pode acabar consumindo uma energia muito maior do que deveria.

Na busca por menos energia, invista em aparelhos de classificação A e modelos inverter. Assim você garante mais economia, uma vez que ao invés de ligar e desligar como acontece nos modelos convencionais, o ar-condicionado fica ligado direto em ciclos mais baixos, o que evita um funcionamento oscilante.


Qual é o melhor aparelho de ar condicionado?

O mercado conta com diversos modelos, faça a melhor escolha para que você tenha o conforto desejado. Vale destacar alguns modelos da Elgin. São eles:

Eco Inverter

De 9.000 a 30.000 BTU/h, o Eco Inverter tem a capacidade ideal para manter o seu ambiente climatizado. Conta com um baixo nível de ruído devido a Tecnologia Inverter e ainda é muito mais econômico por fazer menos força para funcionar, consumindo menos energia elétrica.

Piso Teto Eco

É a solução ideal de climatização sustentável para os mais diversos ambientes, com um design sofisticado e elegante. O Piso Teto Eco ainda oferece as opções 220V nas versões de 24.000, 30.000 e 36.000 BTU/h e versões de 220v ou 380V e 48.000, 60.000 e 80.000 BTU/h.

Cassete 360° Atualle Eco

Com 23 cm na versão de 18.000 a 30.000 BTU/h e 29 cm 36.000 a 60.000 BTU/h, o Cassete 360 Eco facilita a instalações com suas medida compactas.

Eco Power

De 9.000 a 30.000 BTU/h, o Eco Power tem a potência ideal para manter o seu ambiente climatizado. Conta com um elegante e discreto display invisível tornando-o sutil em relação ao resto da decoração do ambiente, além de não atrapalhar com luminosidade quando o ambiente estiver no escuro.

Você tem mais alguma dúvida sobre o preço de um ar condicionado? Comente abaixo!

Mais Vistos

Conecte-se com a Elgin

Cadastre-se e receba novidades e promoções por e-mail.