Iluminação 04/04/2022 | 4 min. de leitura

Luminária de emergência: qual é a melhor?

Entenda mais sobre esse equipamento de segurança, fundamental para garantir o bem-estar em lugares com grande fluxo de pessoas

A luminária de emergência pode não ser um item tão comum e essencial na vida doméstica, mas você certamente já ouviu falar nela. Esse tipo de iluminação, mais presente em saídas de cinema e nas escadas de um prédio.

As funções da luminária de emergência são evitar acidentes e inconvenientes em situações de baixa iluminação. Uma fonte de luz de emergência permite que as pessoas consigam acessar a saída de determinado espaço com conforto e segurança, enxergando o caminho com maior facilidade.

A luminária de emergência pode ser instalada em lugares que recebam um grande fluxo de pessoas, como em:

  • Casas;
  • Empresas;
  • Condomínios;
  • Prédios;
  • Cinemas;
  • Teatros.

O principal ponto que faz dela uma necessidade é que esses lugares dispõem de baixa incidência de luz em determinadas situações, responsáveis por causar pânico e provocar acidentes.

Segundo as regras do Corpo de Bombeiros, é obrigatória a utilização de luminária de emergência em condomínios, elevadores, teatros, escolas, cinemas, hotéis, shoppings e demais lugares públicos.

Como a luminária de emergência funciona

É bem provável que a luz de emergência já seja um componente do seu sistema elétrico. No entanto, se você deseja instalar depois do término da sua construção, também é possível.

A luminária de emergência apresenta, em seu componente, uma bateria interna recarregável. De tal forma, seu sistema de iluminação é acionado instantaneamente quando há falta de luz elétrica em um determinado ambiente.

Em outras palavras, a luminária fica plugada na tomada e, quando a energia é interrompida, ela acende. Elas oferecem dois níveis de iluminação (o mínimo e o máximo).

Esses dois tipos de iluminação influenciam na descarga de bateria, uma vez que a luminária de emergência vai consumir mais ou menos energia quando ela é acionada. É preciso garantir que a bateria esteja sempre carregada para que ela funcione adequadamente.

Para poder carregar a sua, você pode deixá-la ligada ou colocar no modo “desligado” e aguarde entre 24 e 48 horas. O tempo, evidentemente, pode variar de acordo com a voltagem da rede elétrica na qual a produto esteja conectado.

A bateria só descarrega quando a iluminação de emergência é acionada — ou seja, em casos de queda de luz. É fundamental que você recarregue em seguida ao uso, para que seu funcionamento continue normalmente. A bateria, aliás, não é consumida enquanto a luminária está plugada na tomada, mas apagada.

Instalação: como funciona?

Quando for realizar a instalação da luminária de emergência, a principal dica é escolher um posicionamento alto, de modo a evitar furtos ou que alguém altere a chave seletora do nível de iluminação.

É também mais seguro que a sua luminária se posicione de maneira fixa na parede, o que evita que ela caia no chão ou que alguém esbarre nela, causando sua danificação. A luminária de emergência é fácil de instalar, só depende de um ponto de energia ou tomada para ser ligado

Modelos mais comuns da luminária

Os tipos de luminária de emergência a serem escolhidos por você vai depender do tamanho do espaço que precisa ser iluminado — ou seja, se a necessidade será de uma mais simples ou mais potente. Vale salientar que a intensidade da iluminação é medida em lux, que consiste na relação da quantidade de lúmen por m² do espaço que precisa ser iluminado.

A iluminação de aclaramento tem como missão iluminar o piso, sendo obrigatória para espaços de circulação horizontal ou vertical, que possuam saídas para o exterior do ambiente. Já para a iluminação de lugares planos, como corredores e halls, é recomendado o uso de uma iluminação de sinalização.

Confira os modelos de luminárias de emergência da Elgin e fique ainda mais seguro quanto a eventuais problemas de queda de iluminação. 

Luminária de emergência 30 LEDS

Com design compacto, alta capacidade de iluminação, a luminária liga automaticamente quando há falta de energia. Utiliza bateria de lítio e não agride o meio ambiente. Possui autonomia de 3 horas na potência máxima ou 6 horas na potência mínima de 2W.

Luminária de emergência LED TUBULAR

A luminária LED Tubular tem visual discreto, a luz de emergência é dotada de bateria de lítio e garante máxima durabilidade. Conta com a autonomia de 3 horas no fluxo máximo ou 6 horas no mínimo, além de ter potência de 4W.

Luminária de emergência power line

Luminária de emergência POWER LINE

Esse tipo de luminária vem com blocos autônomos para iluminação de emergência e é ideal para galpões e ambientes comerciais. Compacta, a luminária conta com  2 cabeças articuláveis, possui potência (8W ou 16W), é bivolt, conta com fluxo luminoso: 1.000 lm ou 2.000 lm, temperatura de cor: 6.500K (branca fria) e autonomia: 6 Horas (mínima) / 3 Horas (máximo).

Luminária de emergência 60 leds

Luminária de emergência 60 LEDS

Essa luminária tem alta intensidade e longa autonomia para atuação automática na falta de energia. Acompanha cabo e plugue para conexão em 127V ou 220V.

Possui alça retrátil e pode ser instalado na parede ou no teto. Também conta com bateria de lítio que permite longa durabilidade e não traz malefícios ao meio ambiente. Tem autonomia de 3 horas na potência máxima e 7 horas na potência mínima.

Mais Vistos

Conecte-se com a Elgin

Cadastre-se e receba novidades e promoções por e-mail.