Ar-condicionado 23/08/2021 | 4 min. de leitura

Superaquecimento do sistema de refrigeração? Saiba como proceder!

Superaquecimento do sistema de refrigeração

Uma dúvida comum entre os instaladores de ar condicionado é a respeito do superaquecimento no sistema de refrigeração. Se esse procedimento não for executado corretamente ou não for nem executado nos sistemas de ajustes de cargas em aparelhos de Refrigeração convencional, poderá gerar redução na eficiência e até causar falha precoce do compressor e mau funcionamento do produto.

O que é superaquecimento do sistema de refrigeração?

O superaquecimento é o acréscimo de temperatura que o fluído refrigerante ganha ao promover a evaporação. É a diferença entre a temperatura na linha de sucção e a temperatura de evaporação.

Quais são as causas?

Um superaquecimento mal ajustado pode causar temperaturas de trabalho altas fazendo com que o óleo lubrificante internamente no compressor queime, causando desgaste mecânico por falha de lubrificação entre as partes moveis internas.

Outro detalhe é que geralmente existem canais de passagem para a distribuição do óleo lubrificante através dos Rotores e partes mecânicas dos compressores Rotativos, partes mecânicas internas ou eixo dos compressores tipo scroll que acabam sendo entupidos devido ao óleo lubrificante estar queimado, mais grosso (denso) e estar em conjunto com detritos metálicos gerados pelas próprias peças móveis do compressor que estão sem a devida lubrificação.

Outro agravante menos atribuído a falta de ajuste do superaquecimento é quanto a interferência da pressão que também acaba por agir em oposição a correta operação dos mecanismos móveis internos dos compressores. Portanto, o superaquecimento pode causar, além dos desgastes por temperatura, deformações nas peças ou até a quebra de palhetas, pois as pressões já não são aquelas ideais ao trabalho correto do compressor. Podendo ser pressões elevadas de trabalho, ou muito baixas, ou ocorrer ambas (altas e baixas pressões) simultaneamente.

Quais as consequências do superaquecimento do sistema de refrigeração?

Quando o superaquecimento ocorre de forma elevada, o gás em alta temperatura, ao chegar ao compressor, provoca a queima de bobina e aquecimento das partes móveis. Já quando é baixa, a consequência é o evaporador não suportar transformar todo o fluído em vapor e e chegar ainda em estado líquido ao compressor, sendo incapaz de comprimir líquidos.

Se o superaquecimento não for devidamente ajustado, o evaporador pode fazer com que o fluído refrigerante não evapore corretamente ou evapore antes do previsto, ou seja, na saída do evaporador poderemos ter o fluido refrigerante nos 2 formatos: vapor mais líquido, e isto é o que ocasiona em muitas vezes as falhas dos compressores em campo por trabalharem com líquido, ou fluído refrigerante totalmente vapor, em uma temperatura muito mais alta que a aceita pelo compressor.

Quando e como completar a carga de fluído refrigerante?

As unidades externas são fornecidas com carga de fluido R-410A para atender uma instalação com distância padrão da unidade interna de 7,5m. Consulte a etiqueta do equipamento para saber a quantidade de fluido refrigerante.

O acerto da carga de fluido refrigerante deve ser feito através do superaquecimento, que é a diferença entre a temperatura na linha de sucção ( T suc) e a temperatura de evaporação ( T ev). Veja a seguir:

Superaquecimento = T Suv – T ev


T suc = temperatura na linha de sucção, medida a 20cm da válvula de serviço, através de um termômetro, devidamente isolado da temperatura ambiente.
T ev: temperatura de evaporação, obtida através da pressão lida em um manômetro instalado na válvula de serviço de sucção. Esta pressão de sucção corresponde a uma temperatura de evaporação.

Tabela- Superaquecimento
  • Se o superaquecimento estiver maior que 11ºC, será necessário adicionar fluído refrigerante.
  • Se o superaquecimento estiver entre 7ºC e 11ºC, será carga de fluído refrigerante está certa.
  • Se o superaquecimento estiver menor que 7ºC, será necessário remover fluído refrigerante.

Para adicionar carga de fluído refrigerante R-410A ao sistema, proceda da seguinte maneira:

  1. Através de um manifold, conecte o cilindro de fluído refrigerante à válvula de serviço da linha de sucção. Rosqueie a conexão da mangueira o mínimo possível na válvula, de maneira a não empurrar o miolo e abri-la
  2. Purgue o ar das mangueiras na válvula de serviço da linha de sucção, abrindo a válvula do cilindro de fluído refrigerante.
  3. Assim que o ar for purgado, rosqueie até o final a conexão da mangueira na válvula de serviço da linha de sucção para permitir a abertura da válvula e a entrada do fluído refrigerante.

Superaquecimento:

FAIXA ACEITÁVELFAIXA RECOMENDADA
De 5 a 15ºCDe 7 a 11ºC
MENOR QUE 5ºCMAIOR QUE 15ºC
Há excesso de refrigerante. Retire refrigerante do sistemaHá falta de refrigerante. Acrescente refrigerante no sistema

Ficou com alguma dúvida? Confira o vídeo que a Elgin preparou de treinamento sobre climatização, inclusive sobre superaquecimento do sistema de refrigeração:

Mais Vistos

Conecte-se com a Elgin

Cadastre-se e receba novidades e promoções por e-mail.