Ar-condicionado da Elgin: a eficiência e segurança que você precisa

Guilherme Neves - 03/03/2020

Marketing para sorveteria é a estratégia para vender mais

Guilherme Neves - 03/03/2020

Financiamento para energia solar: o manual completo

Guilherme Neves - 03/03/2020

Um financiamento para energia solar pode ser vantajoso para você. Saiba que investir em um sistema fotovoltaico vem se tornando uma tendência em todo o mundo. Que tal conseguir economizar até 95% na conta de luz? Essa é apenas uma entre várias vantagens que a energia solar pode lhe oferecer.

O mercado de energia solar teve um crescimento de 70% nos últimos anos. Isso significa que um número relevante de consumidores reconhecem os sistemas fotovoltaicos como um investimento significativo.

Embora seu custo ainda seja alto, existem alternativas para facilitar essa incorporação energética e renovada. Serviços oferecidos pelos bancos são opções para flexibilizar o financiamento.

Você sabia que é possível financiar até 100% do seu sistema de energia solar fotovoltaica?

O investimento em energia solar traz ainda outro atrativo: gera empregos. Isso é decorrente da mundial tendência de aproveitamento do enorme potencial de geração de energia solar em todo o país.

Energia solar como investimento de longo prazo

Sem dúvida um investimento em energia solar é um projeto para colher os benefícios ao longo prazo. Não é da noite para o dia que se consegue ter resultados significativos. É preciso ter paciência, saber investir nos elementos que compõem um kit solar e, sobretudo, analisar a questão energética como um todo.

É um projeto de visão para o futuro e de preservação ao meio ambiente que necessita ter gastos que, mais tarde, serão compensados. Para nível de comparação vale analisar que  Poupança (4,73% a.a.), CDB (5,73% a.a.) e Tesouro Selic (5,22% a.a.) oferecem uma rentabilidade menor do que a energia solar.

Outro ponto importante: a partir do histórico do clima e dos índices de irradiação da região de instalação é possível prever o potencial gerador de energia de cada sistema.

Durabilidade

Um sistema de energia solar é desenvolvido para durar por muitos anos. Mesmo que exposto à intempéries variadas, como sol, chuva, granizo ou neve. O painel solar fotovoltaico é marcado por sua resistência a ciclos adversos da temperatura.

A placa fotovoltaica pode durar entre 20 e 25 anos e até perdurar por mais de 40 anos. Podemos dizer que a durabilidade de um produto como esse é um diferencial e tanto.

Pesquisas internacionais indicam uma vida útil que ultrapassa os 40 anos – podendo chegar a 50, em alguns casos, caso não tenha nenhum problema de fabricação.

Investimento em energia solar

Mercado de energia solar

Valorização do imóvel

De acordo com a Green Build Council Brasil, um imóvel considerado sustentável pode ser valorizado em até 30%. Isso se dá devido ao crescimento da procura pelas casas que contribuam positivamente com o meio ambiente. E está fortemente relacionado às previsões dos impactos ambientais para os próximos anos, com significativas alterações no clima.

Ainda que o custo de instalação de um sistema que aproveita a energia solar possa ser considerado elevado, há uma compensação que faz valer a pena a aquisição. Compensação ou vantagens que são as responsáveis por valorizar ainda mais o imóvel.

Economia na conta de luz

Financiamento em energia solar é a garantia para que você consiga reduzir significativamente a sua conta. É um mercado promissor que pode lhe trazer muitas vantagens.

Invista em kits solares que possam lhe trazer muitos benefícios, seja para casas ou empresas, tanto a nível ambiental quanto a nível energético.

Use os kits de energia solar para que você economize. Saiba que o uso do chuveiro pode representar em um gasto de até 40% do valor total gasto na conta de energia.

Principais linhas de financiamento para energia solar

Caso deseje contar um sistema fotovoltaico em sua casa ou empresa, procure fazer financiamento junto à bancos. Há agências bancárias que realizam a operação. Elas possuem linhas de financiamento especiais para instalação de energia fotovoltaica.

Mas como funcionam esses benefícios para ter energia solar? Vamos conhecer como funciona cada financiamento para energia solar.

FNE Sol

Trata-se de uma linha de crédito especialmente desenhada para o financiamento de sistemas de micro e mini geração distribuída de energia por fontes renováveis para consumo de empresas (pessoa jurídica), produtores rurais, cooperativas e associações dos estados nordestinos, além do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Pessoas físicas podem acessar recursos do FNE Sol para financiamento de projetos de energia solar com fins residenciais, o que inclui moradores de condomínios.

Por meio do FNE Sol, o Banco do Nordeste se tornou um dos principais financiadores de energias renováveis do Brasil, tendo aplicado mais de R$ 8,5 bilhões em projetos para atendimento empresarial.

Como funciona a operação? Há um prazo de pagamento de até 144 meses. O FNE Sol financia até 100% do custo da obra.

Linha Sustentabilidade Santander

De acordo com os dirigentes da instituição, serão desembolsados R$ 1,8 bilhão em créditos para a geração de energia fotovoltaica até 2021, o que representa em um crescimento de 11% para 16% na participação da organização no total de unidades geradoras de energia solar instaladas no país para os próximos três anos.

O Santander oferece financiamento direto nas agências para pessoas jurídicas, físicas e produtores rurais, a partir da linha de crédito estabelecida.

As taxas dependem da quantidade de parcelas acordadas, mas podem variar de 0,99% a 1,08%. E os valores mudam para os produtores rurais, que poderão financiar a 1,12% ao mês, semestral ou anual (de acordo com o ano da safra).

O banco obteve junto a CAF (Corporação Andina de Fomento), banco de desenvolvimento da América Latina, cerca de R$ 400 milhões (US$ 100 milhões) para os financiamentos dos equipamentos para energia solar.

Financiamentos para Energia Solar – Banco do Brasil

Já no caso do Banco do Brasil, são várias linhas de financiamento disponíveis, algumas exclusivamente voltadas para a implantação da energia solar, e que atendem pessoas físicas e, principalmente, pessoas jurídicas (empresas).

Lembre-se que, na maioria desses financiamentos, o banco funciona como uma instituição repassadora de crédito, com os recursos para essas linhas provendo de fundos do Governo Federal.

Os recursos é decorrente de fundos que o governo libera para os consumidores que desejam ter energia solar em suas casas.

Os valores liberados podem chegar a até 100% do investimento, o que corresponde ao projeto como todo. Engloba a integração de equipamentos do kit solar e instalação do sistema.

Leia também:

Saiba como economizar energia elétrica

Confira como funciona a energia solar

Entenda como funciona a energia solar residencial

Proger Urbano Empresarial Banco do Brasil

É uma linha de crédito que visa ampliar, reformar e modernizar empresas. Um financiamento que utiliza recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), do Governo Federal.

É importante notar que as taxas de juros podem variar. Vem de acordo com o relacionamento que o cliente possuir com o banco: até 72 meses para o financiamento com limite de financiamento de R$1 milhão, limitado a 80% do projeto de investimento.

Há um importante adendo: a linha é liberada somente para projetos que proporcionem geração ou manutenção de empregos e renda.

Indicada para empresas de micro, pequeno e médio porte, que possuam um faturamento bruto de no máximo R$ 10 milhões de reais no ano.

O valor máximo liberado é de até R$1 milhão, que inclui Capital de Giro Associado e limitado à 80% do projeto de investimento.

FCO Banco do Brasil

Criado pelo Governo Federal para o fomentar o desenvolvimento dessa região do país, é uma linha de financiamento que utiliza recursos do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste).

O financiamento via atender empresas privadas de todos os portes com atividade produtiva nos setores industrial, agroindustrial, mineral, turístico, comercial, de serviços e de infraestrutura econômica, desde que estejam situadas nas regiões Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, ou Mato Grosso do Sul.

Essa linha ainda conta com bônus de adimplência, no qual o cliente que pagar as prestações em dia recebe um desconto de 15% sobre os juros.

Energia solar na sua residência.

Faça um financiamento para energia solar e saiba aproveitar o potencial energético de uma placa solar como essa

Agro Pronaf Banco do Brasil

Criado pelo governo em 1996 e com abrangência nacional, essa é uma das linhas do Banco do Brasil oferecida com recursos do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar),

Direcionada exclusivamente a pessoas jurídicas, a linha oferece crédito para empreendimentos familiares rurais, cooperativas e produtores familiares com atuação na agropecuária, produtos florestais e artesanais e ou turismo rural.

Os investimentos se baseiam em beneficiamento, processamento, armazenagem e comercialização de seus produtos e serviços, incluindo obras de infraestrutura.

Ressalta-se que a linha de financiamento governamental “Mais Alimentos”, do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) voltada para pequenos agricultores engloba o financiamento de sistemas fotovoltaicos de até R$ 300 mil.

Com uma taxa anual entre 2,5% a 5,5% anuais, o agricultor só começa a pagar após 36 meses da aquisição do crédito.

Financiamento para Energia Solar – Sicredi

A Sicredi conta com uma linha especial de financiamento para energia solar para seus associados, sejam pessoas físicas ou jurídicas.

O prazo de pagamento é de até 60 meses. As taxas de juros podem variar entre 1% e 3% ao mês, condicionadas à análises de crédito.

É possível fazer uma simulação através do simulador da BV financeira, um dos filiados ao Sicredi.

Financiamento de Energia Solar – Banco da Amazônia

Esse financiamento tem o objetivo de estimular a utilização da energia solar na região norte do Brasil. A linha de crédito é indicada para empresas de todos os tamanhos, desde pequeno até grande porte.

 As taxas de juros giram entre 0,59% e 1,02% ao mês, o que podem ser alterada de acordo com tamanho da empresa. O prazo limite é de 144 meses, incluindo até 48 meses de carência.

Finame do BNDES

É o financiamento voltado para projetos robustos de energia solar. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) disponibiliza até 80% do custo da obra com uma taxa de juros de 7,5% ao ano.

Além do que, o investidor é obrigado a ter uma participação mínima de 20% nos custos com possibilidade de emissão de debêntures (título de crédito representativo de empréstimo que uma companhia faz junto a terceiros), das quais o BNDES se compromete a adquirir até 50%

Construcard – Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal financia projetos de energia solar em sua linha de crédito Construcard (destinada para a compra de material de construção).

Com uma taxa de juros em torno de 1,95% ao mês, o projeto pode ser parcelado em até 240 vezes. O financiamento está disponível para pessoas física e jurídicas. No site do banco é possível fazer uma simulação dos juros e prazos do empréstimo.

Requisitos para um financiamento de energia solar

É recomendável que você sempre busque informações atualizadas junto aos gerentes das instituições financeiras para saber como está funcionando a operação. Assim você poderá optar com segurança por um investimento seguro em energia solar.

As linhas de crédito e financiamento podem mudar com o passar dos anos. Isso sem contar com os requisitos de cada linha que são particulares e podem sofrer alterações.

Mas há um mínimo de documentação exigida em quase todos os casos? Para pessoas físicas é necessário apresentar comprovante de endereço, identidade e imposto de renda. Já para pessoas jurídicas é comum pedirem contrato social, imposto de renda dos sócios, balanço dos últimos três meses e DRE (um relatório contábil dos últimos dois anos).

Para obter um financiamento para energia solar que seja assertivo, você deve se informar  sobre as taxas de juro, prazos e compará-las com outras fontes de investimento. No final da operação, saiba escolher a linha de crédito que mais lhe traga benefícios para você ou sua empresa.

Analisar cuidadosamente todas as informações antes de tomar a decisão certa é um trabalho que, embora possa levar tempo, é de crucial importância para o seu projeto de energia solar.

Retorno sobre investimento em financiamentos para energia solar

Isso se dá pelo cálculo da taxa de retorno sobre o investimento. Mas como podemos fazer isso?

Verifique qual é a proporção entre a economia obtida anualmente através do sistema e o investimento realizado.

Mas qual é a rentabilidade média de energia solar?

O tempo de retorno do investimento em energia solar conhecido como payback representa o tempo necessário para que o custo de instalação se pague e, a partir de então, comece a dar lucro para você.

Para efetuar o cálculo, é preciso levantar em consideração o custo total do investimento e dividi-lo pela economia gerada todo mês. Siga a seguinte fórmula:

Payback (meses) = valor do investimento / energia gerada x valor da tarifa

Saiba que os valores do investimento e da tarifa são dados em reais, enquanto a unidade para a energia gerada é kWh/mês (quilowatts-hora por mês).

Além do que a média nacional de payback no Brasil gira em torno de 5 a 8 anos, podendo ser menos ou mais, tomando como análise de cada caso.

Essa rentabilidade ajuda a compreender por que vale a pena investir em energia solar. A taxa deve levar em conta a proporção entre a economia que se obtém em um ano com o sistema e o valor do capital investido.

Parcelamento direto com a Elgin

A Elgin facilita o seu negócio de energia solar. O desejo de ter energia solar se torna realidade ao contar com a proposta da Elgin, que visa atender o cliente por completo. Ou seja, tanto no prévio atendimento quanto no pós-venda.

O produto que possui um valor não tão acessível para alguns, acaba sendo adquirido pelo seu custo-benefício e suporte técnico, além da sua forma de pagamento que faz toda diferença para você.

Conclusão: Investir em energia solar é vantajoso, renovável e rentável

Antes de tudo, fique por dentro do que cada etapa do processo significa. Financiamento é um contrato entre uma pessoa física ou jurídica e a instituição financeira, mas com destinação específica. Já as linhas de crédito oferecidas por bancos e outras instituições podem ser para investimento fixo, capital de giro ou misto.

Entre os equipamentos financiados pelos bancos estão os sistemas fotovoltaicos para geração de energia elétrica, que são cada vez mais uma tendência de empresas e moradores para diminuir as altas contas de luz.

Recomenda-se que, no caso de empresários, devam ser priorizados financiamentos com máquinas, equipamentos e bens duráveis. Para pessoas físicas, a operação está atrelada ao valor atualmente pago na conta mensal de energia.

Durabilidade e sustentabilidade são fatores determinantes na opção de fazer um financiamento de energia solar. Um sistema fotovoltaico pode durar vinte anos ou até por um tempo maior. E ter um sistema como esse é a  garantia de uma energia limpa que faz bem para você e ao meio ambiente.

Confira produtos que integram um projeto de tamanha relevância para empresas ou residências. Acesso nosso site, calcule a sua economia e saiba mais sobre o Kit Solar da Elgin.

Painéis solares fotovoltaicos

Utilizados em 340W, o painéis solares fotovoltaicos tem alta confiabilidade, Selo A do INMETRO, permite a homologação em todas as concessionárias do Brasil. Além disso, oferece 25 anos de garantia de geração de energia e 10 anos de garantia contra defeitos de fabricação.

PAINEL_SOLAR

Inversor solar

Com potências entre 600W e 75KW, o inversor solar é utilizado para conexão na rede (On-Grid) e converte a energia das placas solares de corrente contínua para corrente alternada (utilizada nas residências, escritórios e comércio).

Inversor solar, um dos principais equipamentos que compõe o kit solar.

String box

Já o String box tem a função de proteger o sistema na parte de corrente contínua das placas solares fotovoltaicas que geram corrente contínua, isolando a instalação. Impede acidentes como curtos-circuitos e surtos elétricos.

String box

Gostou? Confira outros conteúdos em nosso blog!