Como tornar rentável a produção de uma necessaire em tecido?

Guilherme Neves - 28/11/2019

Como projetar iluminação para quarto de casal?

Guilherme Neves - 28/11/2019

Saiba como economizar energia elétrica

Guilherme Neves - 28/11/2019

Chuveiros, condicionadores de ar, televisores, fornos, microondas e refrigeradores são aparelhos domésticos que fazem parte do dia a dia de todos nós. É inevitável a utilização desses eletrodomésticos e eletroeletrônicos que consomem bastante energia. Então como economizar energia elétrica?

Como economizar energia elétrica diante de um consumo que precisamos? Temos que cuidar de nossa saúde, ter uma boa alimentação e higiene, além de também usufruir nos momentos livres da tecnologia oferecida pelo mercado.

Quer dizer que tomar banho, cuidar do nosso organismo climatizando o ambiente dentro de uma temperatura ideal, armazenar alimentos em uma condição adequada, cozinhar a nossa comida e assistir filmes e séries são atividades presentes a cada semana.

Mas, mesmo que tenhamos esse consumo é possível reduzir os gastos com a energia elétrica. O consumo pode ser frequente, mas o gasto maior pode ser desnecessário.

A importância não se refere somente a sua redução de energia, é algo que transcende essa questão. É uma forma de contribuição para que preserve o meio ambiente, já que os impactos causados pelas hidrelétricas são consideráveis – uma das maiores fontes de abastecimento no Brasil – influenciando negativamente o clima e a vegetação, além da  fauna e os recursos minerais.

Para ter economia de energia, vale seguir ainda algumas orientações: evitar deixar as lâmpadas acesas durante o dia, para que se aproveite a iluminação natural, ficar atento quanto ao tempo gastos pelos chuveiros e qual modelo de ar-condicionado e refrigerador utilizado na sua casa.

Quais são as principais formas de economizar energia elétrica?

Os aparelhos de casa gastam energia e podem gerar custos desnecessários no final do mês. Claro que alguns eletrodomésticos como, por exemplo, o refrigerador, precisa ficar ligado direto.  

Procure evitar ao máximo que alguns aparelhos fiquem conectados na tomada. São eles: microondas, climatizadores de ar, DVDs, TVs e carregadores de celulares.

Renove seus eletros. Aparelhos antigos podem utilizar mais energia do que deveriam, já que detém uma tecnologia ultrapassada. Então busque por produtos que ofereçam uma maior comodidade, praticidade e menos geração de energia.  

Quando sair de casa, seja para visitar sua família ou passear com amigos, apague todas as luzes da casa. Do contrário, é um gasto totalmente sem propósito. É um tempo de trabalho perdido pelas lâmpadas.

Como economizar energia  elétrica? Freeimages

Como economizar energia elétrica?
Freeimages

Aprenda a medir seu consumo de energia

Para calcular o consumo de um equipamento, deve-se multiplicar a sua potência pelo tempo de funcionamento em horas.

Sabe-se que todo equipamento elétrico possui uma potência apresentada em Watts Normalmente, a informação vem estampada no produto ou na embalagem.

Por exemplo, um chuveiro com potência de 3600 W que funciona 2 horas por dia logo resulta em um consumo de: 3.600 W x 2 horas = 7.200 Wh/dia.

Aposte em uma iluminação econômica

Uma iluminação que traga menos gastos energéticos como, por exemplo, uma decoração feita com lâmpadas LED que apresentam uma considerável redução econômica, é uma das formas de contribuição para que a energia de sua casa seja reduzida.  

Ou até mesmo com o uso de lâmpadas fluorescentes ao invés das incandescentes. As opções trazem um melhor custo-benefício, mesmo que tenham um valor maior. Tanto a LED quanto as fluorescentes oferecem gasto energético menor do que as incandescentes, aquelas lâmpadas em tom mais amarelado.

Outrora o valor no mercado das lâmpadas LED eram menos acessíveis do que vimos hoje. Apenas casas modernas aproveitavam sua tecnologia. O que se vê são cada vez mais casas utilizando todo seu potencial energético.

Ter uma decoração com lâmpadas LED faz com que sua economia possa reduzir em até 70% em comparação com os modelos convencionais. Além disso, são sustentáveis e proporcionam uma maior vida útil. 

Não é somente em relação ao impacto estético, a decoração de sua casa, que seu uso traz vantagens para você. Com esse tipo de lâmpada suas áreas residenciais ganham um visual mais moderno e ousado.

Por exemplo, pode-se fazer uma iluminação externa. Com destaque para jardins, sacadas, piscinas e outros ambientes externos. O diferencial fica por conta dos spots de luz e modelos de embutir, que propiciam um clima ainda mais iluminado. 

Valorize a iluminação natural quando não for necessário ligar as luzes de sua casa. Invista em janelas e portas de vidro decorativas que trazem a claridade desejada.

Conheça os aparelhos que consomem mais energia

Sabe-se que em dias de verão, o ar-condicionado é um aparelho que revela um alto consumo. Sem dúvida, é um dos eletrodomésticos que mais consomem energia. Invista em modelos que geram menos gastos de energia, como por exemplo, o inverter.

ar-condicionado inverter

Sua tecnologia faz com que o compressor do ar-condicionado fique ligado de maneira constante. Sem oscilação de temperatura. Comparando com os modelos convencionais, ele pode trazer uma economia em até 40%.

O compressor consegue atingir a temperatura desejada rapidamente, mantendo estável e economizando no consumo de energia elétrica.

Atuando da seguinte forma: ao invés de ligar e desligar como acontece nos modelos convencionais, o ar-condicionado fica ligado direto em ciclos mais baixos, evitando, assim, o liga e desliga que, sem dúvida, impulsiona no aumento de consumo.

Ideal para quartos ou ambientes que necessitem de silêncio, o modelo apresenta conforto térmico e menos ruído.

Também é essencial colocar o ar-condicionado na temperatura certa e fazer a manutenção correta, mantendo os filtros limpos e, caso não esteja utilizando-o, desligue a tomada do aparelho. Mesmo em “stand by”(desligado com  conectado), ele pode gastar energia.

Verifique ainda se o seu modelo tem o Selo Procel de Economia de Energia, certificado impresso em aparelhos eletrônicos que consomem energia.

O refrigerador também precisa conter o Selo Procel. Ainda mais que ele precisa ficar ligado o dia inteiro, o cuidado deve ser ainda maior. Uma das orientações é não abrir a porta sem necessidade. 

Outro aparelho que desponta quando o assunto é consumo de eletricidade é o chuveiro. O tempo gasto durante o banho costuma ser considerável. Fique atento quanto a isso, mesmo que precise relaxar daqueles dias cansativos e estressantes.

Evite banhos demorados e quando não estiver frio ou, especialmente, em dias de verão, não acione o modo quente. Aproveite esse momento para relaxar em um banho com uma temperatura agradável e refrescante.

Em função de querer trazer uma maior requinte para suas casas, muitos brasileiros estão aderindo aos cooktops em detrimento aos fogões. Mas porque isso ocorre? Para terem uma cozinha mais moderna, já que o eletrodoméstico fica embutido e traz um visual mais elegante ao espaço.  

Mas seu consumo pode trazer um gasto considerável. O cooktop é um aparelho que consome bastante energia.

Há ainda outros aparelhos que influenciam no gasto no final do mês: o videogame que embora possa parecer inofensivo para sua conta, não é tão eficiente energeticamente como deveria ser e a máquina de lavar, que mesmo não sendo um alvo nessa questão da eletricidade, dependendo da forma como é utilizada, o consumo pode ser alto.

Como economizar energia com ar-condicionado

Saiba primeiramente o tamanho do espaço que você deseja para instalar corretamente o ar-condicionado na sua casa. Assim é mais fácil calcular quantos BTUS serão necessários para resfriar o ambiente.

Deve-se manter o aparelho ligado em 23ºC, se possível desligar as luzes quando o ar estiver ligado, manter o aparelho limpo, investir em aparelhos com potência ideal para o tamanho do espaço, proteger a parte externa do sol, instalar o aparelho em pontos altos do cômodo, e deixar as portas e janelas fechadas para que a performance do aparelho não seja prejudicada

Atenção aos horários de pico de energia

Durante o dia existem períodos em que há uma maior demanda de energia elétrica. No Brasil, esse horário geralmente em São Paulo – pode variar para outros estados – ocorre entre 17h e 21h. Afinal é o momento em que a maioria dos brasileiros e consumidores estão chegando em casa após um dia de trabalho.

O banho tomado e a utilização de eletrodomésticos começa a ganhar corpo ao ponto do consumo energético aumentar gradativamente durante o dia.

Saiba como funciona a tarifa branca

Trata-se de uma modalidade em que os valores cobrados variam em função da hora e do dia da semana em que a energia foi consumida. Por exemplo, nos horários de pico, a energia, sem dúvida, pode apresentar um valor maior do que em outros períodos.

Mas segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), não tem como mensurar os horários e dias em que a energia se apresenta mais em conta. Para a agência, cabe a cada uma das 69 concessionárias de energia elétrica definir os valores a serem cobrados dos consumidores que aderirem à tarifa branca.

Importante lembrar que desde 1º de janeiro de 2019, a opção pela tarifa está disponível para quem consome mais de 250 KWh/mês (cerca de 15,9 milhões de unidades consumidoras).

Ela sinaliza aos consumidores a variação do valor da energia de acordo com o dia e o horário do consumo. Oferecida para as unidades consumidoras que são atendidas em baixa tensão como residências e pequenos comércios. Não se aplica ainda à consumidores residenciais classificados como baixa renda, beneficiários de descontos previstos em Lei, e à iluminação pública.

Aprovada em 2016, a aplicação da tarifa segue um cronograma de preferência, de modo que seja priorizada as solicitações com as seguintes características: 1º de janeiro de 2018, para novas ligações e para unidades consumidoras com média anual de consumo mensal superior a 500 KWh/mês, 1º de janeiro de 2019 para unidades consumidoras com média anual de consumo mensal superior a 250 KWh/mês e 1º de janeiro de 2020 para todas as unidades consumidoras.

É uma forma para que consumidor pague valores diferentes em função da hora e do dia da semana em que consome a energia elétrica.

Quer dizer, depende de você quanto de consumo aparecerá na sua conta. Adote bons hábitos e procedimentos para ter cada vez menos gastos de energia e ,ao mesmo tempo, procure utilizar a energia em períodos de menor demanda como pela manhã e início da tarde.

Energia solar: sua conta de luz agradece

Investir em energia solar é garantia para que você consiga reduzir significativamente a sua conta. É um mercado em franco desenvolvimento que pode lhe trazer muitas vantagens.

Kits solares trazem muitos benefícios para as casas e empresas, tanto a nível ambiental quanto a nível energético.

Use os kits de energia solar para que você economize. Saiba que o uso do chuveiro pode representar em um gasto de até 40% do valor total gasto na conta de energia.  

Não dependa das tarifas da concessionária

Com o investimento em energia solar não será necessário utilizar mais as tarifas seguindo as medidas impostas pela Aneel que desenvolve metodologias de cálculo tarifário para segmentos do setor elétrico (geração, transmissão, distribuição e comercialização), considerando fatores como a infraestrutura de geração, transmissão e distribuição.

Ao contar com a energia renovável, a dependência da energia em sua casa fica voltada para o papel desempenhado pelos painéis solares fotovoltaicos. Os dispositivos que são utilizados para converter a energia da luz do sol em energia elétrica. 

Como você está fazendo uso da sua própria energia, não há mais preocupação quanto aos reajustes ou variações de preço, vinculados às bandeiras tarifárias.

Vale salientar que você continuará utilizando a rede da concessionária e pagará pelo custo de disponibilidade. Mas, então, o que muda? Os valores dos reajustes tarifários serão bem menores se comparados aos que incidem na sua conta.

Tenha sua própria energia renovável com um sistema fotovoltaico

A Geração Distribuída no Brasil instituída em 2012, através da resolução 482 da Aneel, permite que consumidores de energia tenham a própria energia por meio de fontes renováveis para que transfiram a energia excedente à rede das concessionárias de distribuição.

O sistema de compensação de energia é conhecido popularmente como créditos de energia solar e quem incentiva a produção e o uso da energia fotovoltaica é a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) sob a Resolução Normativa 482/12.

Aproveite a vantagem dos créditos de energia solar

A lei possibilita que o gerador e consumidor da energia solar possa fazer uma substituição com a rede elétrica.

O sistema de compensação faz a diferença no momento em que a empresa responsável pela instalação do seu sistema fotovoltaico realiza a conexão do gerador.

E no final do mês, o valor a ser pago à concessionária corresponde à diferença entre a geração e o consumo.

Caso o saldo da geração seja positivo, os créditos energéticos poderão ser utilizados nos 60 meses subsequentes. 

PACK

Kit Solar Elgin

Comece com um kit fotovoltaico Elgin

O mercado conta com três tipos de kits de energia solar que devemos conhecer todas suas funcionalidades. Iluminação, bombeamento e, é claro, residencial. Descubra a importância de cada um deles. E caso solicite um kit é fundamental requisitar uma equipe de profissionais qualificados para fazer a instalação.

A Elgin disponibiliza um Kit Solar que possibilita reduzir o valor da sua conta em até 95%. Uma redução considerável que deve fazer você refletir se é a hora de optar por renovar sua energia. 

Para que a energia solar seja produzida, o processo precisa contar com os seguintes produtos: painéis solares fotovoltaicos, inversor solar, string box, cabos de corrente contínua, estruturas de fixação e conectores.

Ao utilizar o Kit Solar Elgin você vai contribuir de forma favorável para o meio ambiente e reduzir sua conta de luz.

Sua conta de luz será calculada por um sistema de compensação, no qual toda a energia que saiu servirá como desconto para toda energia que entrou. Quando a saída foi maior do que a entrada, gerará créditos, para que você consiga abater em futuras conta de luz, reduzindo, assim, sua despesa para tarifas mínimas.

Durante o dia, os painéis solares, conhecidos também como módulos fotovoltaicos, captam a luz do sol e o Kit Elgin transforma essa energia em energia elétrica apta para ser usada pelos eletrodomésticos da sua casa, atendendo suas necessidades de consumo.

Conclusão: Redução da energia elétrica é um dever de todos

Um dos problemas domiciliares que mais gera debate, sem dúvida, é o consumo de energia elétrica. Para que se tenha redução energética na sua residência e uma economia no final do mês é fundamental saber utilizar os eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

E é importante responder algumas perguntas para que você consiga se está ou não agindo da maneira certa: Quanto tempo gasto no chuveiro?, Como estou utilizando meu ar-condicionado (um dos aparelhos que mais consome energia)?, Os aparelhos da minha casa ficam em stand by? e Faço uma iluminação mais moderna e econômica?

São questões que precisam ser analisadas. Outro questionamento se refere ao investimento em energia solar. Uma energia renovável e limpa que contribui positivamente para o meio ambiente e reduz a sua economia em até 95%.     

Fique atento quanto aos horários de pico. Há períodos de maior demanda que pode acarretar em um consumo maior.

E não se esqueça de utilizar produtos que reduzem o seu consumo energético. Conheça as soluções abaixo que devem estar presentes no seu dia a dia.

Inversor Solar

Com potências de 20KW, 30KW, 50KW e 75KW, o inversor solar é utilizado para conexão na rede (On-Grid) e converte a energia das placas solares de corrente contínua para corrente alternada (utilizada nas residências, escritórios e comércio).

Eco Inverter

Com design clean, o modelo disponível nas versões Frio e Quente/Frio possui display de temperatura invisível – só aparece ao ligar e é possível desligá-lo apertando a tecla “Screen”, conta com Filtro Ion Air – elimina 99% de vírus, bactérias e ácaros do ambiente e dispõe de tecnologia ECO Inverter – mantém a temperatura desejada e economiza até 40% de energia.

LED Super Bulbo

LED SUPER BULBO

Disponível nas potências: T160 – 65W / T150 – 80W / T160 – 100W / T170 – 150W, a LED SUPER BULBO tem alta potência e traz uma economia em até 85% de energia.

Gostou do texto? Confira outros conteúdos em nosso blog