Tecnologia 28/03/2018 | 2 min. de leitura

Realidade aumentada: dos jogos para o mercado corporativo

Lembra da Febre Pokemón Go em que criaturas virtuais eram vistas e caçadas em ambientes reais, nas ruas e até dentro da sua casa, pela tela de um smartphone? Esse certamente foi o jogo que popularizou a chamada Realidade Aumentada (RA), aquela que mistura o mundo real com o virtual fazendo-os interagir, introduzindo-a na vida de brasileiros de todas as idades já em 2016.

Hoje a tecnologia (RA) já se mostra ainda mais presente em nossas vidas seja em outros jogos, no e-commerce, nas lojas, nos escritórios de arquitetura, nas universidades e até na medicina. Já existem aplicativos para que você visualize uma peça de mobiliário que está na loja como se estivesse na sua casa, aplicativos nos quais você vê a tatuagem que planeja fazer como se já estivesse no seu braço entre outros.

Imagine apontar a sua imagem para um espelho e se ver vestido com uma roupa que você pretende comprar pela Internet e não tem certeza que lhe cairá bem. Ou na hora da compra de um sapato você conseguir se ver com a roupa que pretende usar com ele para ver se combina. Tudo isso deve se tornar rotina na sua vida em pouco tempo. A RA está mobilizando tanto o mundo corporativo e os desenvolvedores de aplicativos que estima-se que até 2022 esse mercado movimente cerca de 80 bilhões de dólares globalmente.

Sempre alinhada com as principais novidades tecnológicas e visando facilitar a vida dos consumidores de seus produtos e dos seus representantes comerciais e vendedores, a Elgin lançou o aplicativo Elgin Consumer Assistant, um catálogo digital de produtos Elgin, para consulta e visualização das principais características, imagens e modelos 3D em Realidade Aumentada. Nesse primeiro momento alguns dos produtos já funcionam com essa tecnologia, que com o tempo deverá ser ampliada.

app

Com ele, os vendedores além de poder consultar os principais lançamentos, acessar vídeos de produtos e os seus manuais, podem vê-los e exibi-los em 3D aos seus clientes mesmo que o produto não esteja disponível na loja naquele momento. Basta apontar o smartphone para o catálogo e ver o produto “saltando” da página impressa como se estivesse na mesa do vendedor, visto por diversos ângulos. O aplicativo Elgin Consumer Assistant trabalha off-line, ou seja, mesmo que não haja WiFi no local e está disponível para Android e iOS.

Mais Vistos

Conecte-se com a Elgin

Cadastre-se e receba novidades e promoções por e-mail.