Energia Solar 11/08/2021 | 5 min. de leitura

Financiamento de energia solar: saiba tudo aqui!

O financiamento de energia solar é uma opção de linha de crédito para quem deseja adquirir um sistema de geração de energia

O financiamento para energia solar consiste em uma linha de crédito oferecida por uma instituição bancária, com o intuito específico de possibilitar a aquisição de equipamentos que permitam a instalação de um sistema de geração de energia solar. Esta é uma modalidade oferecida tanto a pessoas físicas como jurídicas que desejam fazer um investimento específico em fontes de energia renovável.

Indicado para situações em que não é possível fazer o investimento à vista para adquirir um gerador de energia solar e todos os demais acessórios necessários para o funcionamento do sistema, o financiamento de energia solar é a melhor solução para empresas e pessoas que desejam uma opção econômica para sua conta de energia elétrica. Entenda melhor como este tipo de serviço funciona a seguir.

O que é um sistema de energia solar?

Caracterizada como a energia elétrica produzida a partir do calor e da luz solar, a energia solar é considerada uma fonte de energia alternativa e renovável, além de ser limpa e sustentável. Trata-se de uma excelente opção tanto para residências como para comércios, indústrias e áreas rurais, podendo contribuir para levar economia à conta de luz e sem prejudicar o meio ambiente.

Existem 3 tipos de energia solar: a fotovoltaica, a térmica e a heliotérmica. Cada uma delas atua de uma forma diferente e possui vantagens e desvantagens em relação à outra. A energia solar fotovoltaica funciona a partir de um sistema que gera eletricidade a partir do chamado efeito fotovoltaico, utilizando painéis solares que captam a luz do sol e geram correntes elétricas contínuas que são convertidas para correntes alternadas por um inversor.

Existem 3 formas de funcionamento de um sistema de energia solar fotovoltaica, que variam conforme o tipo de sistema instalado. São elas:

  • Sistema on-grid;
  • Sistema off-grid;
  • Sistema híbrido.

De maneira simplificada, o sistema on-grid atua com a inserção da energia diretamente na rede elétrica, enquanto o sistema off-grid funciona por meio de baterias que armazenam eletricidade. O sistema híbrido, por sua vez, opera de maneira simultânea entre os outros dois tipos.

Por que investir em um sistema de energia solar?

A montagem de um sistema de energia solar deve ser vista como um investimento, uma vez que a estrutura é altamente durável e pode trazer excelentes retornos financeiros a longo prazo. Uma das principais vantagens deste método está na possibilidade de explorar um imenso potencial energético solar, uma vez que a principal fonte é bastante abundante no planeta e pode ser usada de maneira ilimitada.

Um sistema de energia solar está associado a inúmeros benefícios, sendo que o principal deles é a característica renovável da energia e sua ampla possibilidade de distribuição para residências, comércios e indústrias. Outras vantagens deste tipo energia que valem a pena ser destacadas são:

  • Não emite gases poluentes;
  • Baixo custo de manutenção;
  • Ocupa pouco espaço, desde que o projeto seja corretamente projetado;
  • Pode ser instalado em diversos locais.

O investimento em energia solar fotovoltaica, portanto, pode ser apontado como uma solução tanto para a situação ambiental como para a economia do Brasil e do mundo.

Financiamento de energia solar: como funciona

Ao mesmo tempo que traz inúmeras vantagens, a energia solar tem como principal ponto negativo o alto investimento necessário para a aquisição e instalação da estrutura necessária. Embora ao formato de pagamento “à vista” seja a opção que maximiza o retorno sobre investimento, reduzindo o tempo necessário para que os benefícios financeiros sejam sentidos pelas pessoas e empresas, esta não é uma possibilidade viável para a maioria das pessoas.

O financiamento para energia solar destaca-se como uma possível solução para aqueles que desejam adquirir um sistema fotovoltaico, mas não conseguem pagar todo o valor necessário de uma vez só. Esta é uma linha de crédito oferecida por diversas instituições financeiras, e funciona de maneira semelhante ao financiamento para aquisição de imóveis ou veículos: com a ajuda do banco, o cliente adquire o bem desejado e devolve o montante de forma parcelada.

Quem pode solicitar o financiamento?

De modo geral, o financiamento para energia solar exige as mesmas condições que os demais tipos de financiamento. É necessário, por exemplo, passar por uma análise de crédito para que

a instituição consiga identificar se o consumidor está com o nome comprometido em algum órgão de proteção ao crédito — como o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) ou Serasa. Após este processo, o empréstimo é liberado.

Principais características do financiamento para energia solar

Cada linha de crédito possui suas características próprias, podendo apresentar variações no que diz respeito às taxas de juros cobradas, carência, prazo para pagamento e demais aspectos que devem ser criteriosamente estudados pelo consumidor antes de se comprometer com o financiamento para energia solar.

Dependendo do perfil do consumidor e da linha escolhida, o prazo para pagamento pode alcançar até 240 meses (20 anos). Embora este pareça um longo período, é necessário levar em conta que a necessidade energética é constante, e o investimento provavelmente valerá muito a pena nesse longo prazo, já que representará economia na conta de luz e geração de energia limpa e sustentável.

Vale a pena apostar no financiamento para energia solar?

A aquisição de um sistema para captação e geração de energia solar é um investimento que traz benefícios em longo prazo, por mais que a economia na conta de luz possa ser percebida imediatamente. O pagamento das parcelas financiamento para energia solar será finalizado em algum momento, mas o sistema continuará funcionando por décadas. Muitas vezes, os custos de instalação acabam sendo pagos pelo próprio sistema.

Alguns sistemas de energia solar podem ser capazes, inclusive, de gerar mais eletricidade do que é consumida pela residência ou estabelecimento. Nesses casos, é possível vender a energia excedente para a concessionária elétrica, recebendo em troca um crédito de energia para ser utilizado nos meses seguintes.

O ideal é que, antes de escolher por uma linha de crédito para financiamento de energia solar, o ideal é pesquisar bastante as opções disponíveis e seu perfil como consumidor de eletricidade. Dessa maneira, é possível identificar o financiamento mais adequado para sua realidade, garantindo assim economia e todas as demais vantagens associadas à geração de energia limpa e renovável.

Mais Vistos

Conecte-se com a Elgin

Cadastre-se e receba novidades e promoções por e-mail.