Energia Solar 29/10/2021 | 3 min. de leitura

Como é feito um projeto de energia solar?

A instalação de um sistema de energia solar requer assistência especializada para poupar tempo e dinheiro do cliente

Quando se opta por um sistema de captação de energia limpo e renovável, é preciso desenvolver um projeto de energia solar, uma vez que a quantidade de placas instaladas depende diretamente de quanto se pretende gerar de eletricidade.

Ao decidir por um tipo de energia, a pessoa deve contratar uma empresa para receber as orientações de quais materiais serão necessários de acordo com sua demanda. Essa é uma maneira de gastar apenas o necessário para sua residência ou comércio.

Como funciona um projeto de energia solar?

Em um projeto de energia solar, define-se com qual potência se pretende trabalhar para estipular a quantidade de placas a serem usadas e qual o tipo de captação utilizar: térmica, fotovoltaica ou heliotérmica.

Conforme o relato e as necessidades do cliente, o projetista consegue fazer as análises de consumo e estimar o retorno financeiro e investimento a ser realizado para isso.

Apenas um técnico especializado consegue analisar essas informações pertinentes sobre a melhor forma de gerar eletricidade, custos, componentes a serem comprados e mão de obra para instalação do projeto de energia solar.

Para estipular qual tipo de captação a ser escolhida e quantos módulos serão instalados, o projetista precisa analisar o dimensionamento do sistema, que se relaciona com o consumo da residência ou empresa, além das seguintes características:

  • Estimar quanto será produzido de energia a partir da incidência de radiação do local;
  • Definir a potência do sistema de energia solar;
  • Estipular a tensão;
  • Calcular quantos módulos formarão o sistema.

Para o cliente ficar satisfeito, o projeto de energia solar deve propor o menor custo para suprir a demanda energética do local e, assim, valer a pena a sua instalação.

Um leigo não seria capaz de calcular efetivamente o que é necessário para instalar um sistema de captação, nem cumprir as etapas de instalação de acordo com as normas de segurança, as quais garantem o bom funcionamento da energia solar.

Passo a passo

Algumas etapas precisam ser cumpridas para viabilizar um projeto de energia solar:

  • Solicitar a visita de um técnico para propor um orçamento individualizado;
  • Apresentar o projeto de energia solar à concessionária de eletricidade para que ela autorize a instalação e faça a conexão do seu sistema à rede;
  • Preparar o local onde os componentes do sistema serão instalados, de acordo com as normas regulamentadoras;
  • Instalar o sistema no local mais adequado;
  • Confirmar a instalação dos módulos de captação de energia com a concessionária.

A limpeza do local e sua adequação para receber as partes do sistema deve ser feita por um especialista, com o acompanhamento de um eletricista.

Dessa maneira, colocam-se os suportes dos painéis no telhado, fixando-os de maneira segura para que os trilhos tenham um encaixe perfeito, antes de prender as placas. Por fim, conectam-se os módulos ao inversor solar e à rede elétrica.

Especialista em projetos

Como se observa, é fundamental a participação de assistência especializada durante toda a concretização do projeto de energia solar para garantir ao cliente o menor custo-benefício.

A vida útil dos componentes usados em um sistema de energia solar alcança um período superior a 25 anos sem perder eficiência, exigindo pouca manutenção.

Assim, o cliente tem o custo no momento da instalação e, depois, deve se preocupar em manter os módulos preservados, por isso se sugere a limpeza das placas a cada seis meses, dependendo da poluição da região.

A limpeza é bastante simples, basta lavar as placas com água e sabão neutro, tendo o cuidado de não pisar nelas. O ideal é contratar uma empresa para executar o serviço, pois os funcionários seguirão as normas e farão uso dos equipamentos de segurança necessários.

Mais Vistos

Conecte-se com a Elgin

Cadastre-se e receba novidades e promoções por e-mail.